Mito ou verdade?

alcool

MITO. Calma, antes de começar a beber todas, vamos à ciência!

Fazendo uma ressalva: o álcool pode sim matar células do seu cérebro, os famosos neurônios, mas apenas se tiver 100% de pureza. Como as bebidas legalizadas são vendidas com um teor alcóolico muito abaixo disso, as chances de matar os seus neurônios são muito baixas. Mas de acordo com um estudo realizado por Grethe Jensen, em vez de matar as células o álcool danifica as terminações nervosas conhecidas como dendritos (que são prolongamentos dos neurônios envolvidos com a transmissão das informações de um neurônio para o outro). Ou seja, apesar de a célula em si não ser “morta” em teoria, a forma como ela se comunica com as outras na prática acaba prejudicada trazendo sérios danos ao seu cérebro com sua atrofia a longo prazo.

          Diferentemente das drogas que atuam em regiões específicas do cérebro, o álcool atua no órgão todo, podendo causar um verdadeiro estrago em casos de abuso, com quadros de demência, perda de memória, alteração no raciocínio, variações de humor, entre outras alterações neurológicas.

Deixe uma resposta